Prevenção do câncer de mama

A prevenção ao câncer de mama consiste em controlar fatores de risco e a promover práticas que são consideradas protetoras a doença.

Alguns fatores são de certo modo considerados imutáveis, como ciclo reprodutível da mulher, ou fatores hereditários, entretanto, alguns outros são passíveis de mudança, como reposição hormonal, excesso de peso, consumo de álcool e inatividade física.

A alimentação saudável, gordura corporal adequada e prática de atividade física são meios de reduzir o risco de uma mulher desenvolver o câncer de mama.

Portanto, algumas medidas que podem ser adotadas como meio de prevenção primária da doença são praticar atividade física com frequência, manter uma alimentação saudável, manter um peso corporal adequado, e evitar o consumo de álcool. Outro fator protetor para a mulher é a amamentação.

Quando debatemos sobre a prevenção, tratamos sobre hábitos e estratégias que podem reduzir a possibilidade do surgimento do câncer de mama, sendo assim a prevenção atua sobre fatores modificáveis que oferecem riscos para o surgimento da doença, entretanto, existem algumas mulheres que possuem uma predisposição genética para desenvolvimento do câncer de mama.

As mulheres que possuem essa predisposição precisam passar testes genéticos e atender a uma série de características no acompanhamento de geneticistas. Caso comprovado o predisposição, é possível adicionar novas medidas preventivas.

Referência:

(INCA) Instituto Nacional do Câncer.

https://www.inca.gov.br/controle-do-cancer-de-mama/acoes-de-controle/prevencao

A FEMMA- Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama

https://www.femama.org.br/site/br/cancer-de-mama/interna/cancer-de-mama-entenda-as-diferencas-entre-prevencao-e-deteccao-precoce

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *